29 de abril de 2014

"Morrendo e Aprendendo" (Heart and Souls) - 1993


Distribuidor: Universal Pictures do Brasil | Gênero: Comédia | Duração: 104 minutos | Ano: 1993

Sinopse:
"Harrison, Penny, Julia e Milo morrem prematuramente devido a um acidente com o ônibus no qual trafegavam. Deixando diversos problemas pendentes em suas vidas, os quatro ficam presos na Terra até que consigam deixar tudo em ordem. Para sua sorte, no instante do acidente nascia o bebê Thomas, a quem ficam estranhamente conectados. Thomas, agora um adulto (Robert Downey Jr.) começa a ser atormentado pelos fantasmas, que insistem em pedir sua ajuda. Inicialmente contrariado e confuso, ele aos poucos vai concordando em colaborar com o drama dos falecidos. Comédia mágica, divertida e emocionante."

Acho que vocês ainda não sabem, mas sou viciada adoro Robert Downey Jr. e tenho quase todos os filmes dele. Ainda não consegui achar todos, mas já encontrei 51 deles e dentre eles está "Heart and Souls".

Perguntei a uma amiga, também viciada em Robert, qual filme eu poderia assistir que não me fizesse chorar, já que estava numa fase muito sensível, e ela me indicou "Heart and Souls" dizendo que era um filme "Hilário", que eu iria "rir do começo ao fim". Aceitei a indicação, acessei minha pasta e coloquei o filme pra rodar.

Chorei dos vinte minutos até o FIM do filme.

Parece até brincadeira, mas quando se trata de Robert eu sou muito sentimental, como se o que acontece no filme, atingisse de verdade o Robert e não seu personagem.

Aos vinte minutos de filme, Harrison, Penny, Julia e Milo resolvem, após uma longa conversa, parar de aparecer para o pequenino Thomas que está enfrentando diversos problemas por causa dos seus "Amigos Invisíveis" e foi a partir daí que eu comecei a chorar sem parar. Pra mim, era como se ROBERT estivesse sendo abandonado. Sim, eu sou bem boba!

Então, o filme pula para Thomas já adulto, responsável e com uma linda namorada. Mas, o que Harrison, Penny, Julia e Milo não sabiam, era que eles estavam ligados a Thomas para resolverem problemas do seu passado e, para isso, precisam do corpo de Thomas. A partir daí eles começam uma saga para que Thomas volte a vê-los e os ajudem a resolver o que ficou pendente.

O filme é muito gostoso de assistir, você mal percebe que já se passou uma hora e o filme mescla cenas emocionantes com cenas hilárias. Uma das minhas cenas preferidas, é de Thomas já adulto, dançando e cantando no meio da rua com seus amigos fantasmas, como quando era criança, ignorando todos na rua.

Algumas críticas da época descrevem "Heart and Souls" como "Um clássico instantâneo", "Cada momento é mágico", "A melhor comédia do ano" e "Robert Downey Jr. fez uma atuação digna de Oscar".

Robert está em uma atuação perfeita (sou suspeita, lembram?) e vale muito a pena assistir esse filme que te fará perceber que existem muitas coisas a serem vistas além do que você, realmente, vê.

Para ver o trailler do filme, clique AQUI. (em inglês)

Curiosidades:
  • O filme foi rodado entre dezembro de 1992 e março de 1993;
  • No Brasil e no Reino Unido, o filme foi lançado diretamente nas locadoras;
  • Por sua atuação, Robert Downey Jr. ganhou o prêmio de Melhor Ator da "Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films" em 1994;
  • Antes dos quatro personagens morrerem no acidente é ler no ônibus "4 Terminal";
  • Antes de morrer, o personagem Julia trabalhava como garçonete no clube "The Purple Onion". O lugar existe de verdade, fica em São Francisco e já recebeu comediantes como Phyllis Diller e os irmãos Smothers (Dick Smothers e Tom Smothers). Quando o namorado dela aparece, um rapaz apresenta no palco um monólogo de Bob Newhart e se veste como ele também. Na vida real, o ator Robert William Newhart vem a ser filho do próprio comediante. Até então foi a única vez que ele apareceu em um filme.
  • Marc Shaiman, um dos compositores da trilha do filme, faz participação como ator tocando piano.A música que se ouve tocado no saxofone, durante o encontro de Anne e Thomas no Barbados, é um arranjo da música "Heart and Soul".
  • Na carta do personagem Julia (Kyra Sedgwick) para John (Sean O'Bryan) o texto (numa tradução livre) diz o seguinte: "John, existem muitas coisas que eu gostaria de ter dito esta noite, mas de alguma forma saiu tudo errado. Eu estou voltando para casa porque quero estar com você. Eu espero que você me dê uma outra chance. Aconteça o que acontecer, por favor, saiba que eu sempre te amarei. Júlia."
(Fonte: Adoro Cinema)


Comente com: ou

3 comentários:

  1. Nossa. Eu sou muito fã do Robert. Tava vendo outra postagem e vi a fotinha dele alí na barra "poderá também gostar de", e tive que clicar. Eu devo ter visto esse filme uma única vez há muito tempo, pois na época, eu fazia meu pai alugar sempre algum filme dele para eu assistir e adorava ir na locadora procurar filmes com ele kkkk. Pra você ter uma ideia do fanatismo, eu tinha um fichário que repaginei todo com varias fotos dele e fiz todas as minhas amigas se apaixonarem por ele de tanto fazer propaganda de como ele era lindo e perfeito. Bons tempos. Bjs

    ResponderExcluir
  2. MENTIRAAAA!
    Nossa, quem dera eu tivesse ficado viaciada nele antes!! AMO o robert demais, tenho fakes dele e tenho quase 3Gigas de fotos dele no PC, além de uma página no face dedicada a ele com mais de 10 mil curtidas *-----* é a RoDaJu!
    Já vi quase todos os filmes que ele fez na vida, tenho uma coleção dos filmes dele no computador e podia falar de roberto pra sempre, ele é muito amor <3

    ResponderExcluir
  3. Ok. Você ganhou!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo