6 de fevereiro de 2015

A Seleção - Kiera Cass


Autor(a): Kiera Cass | Gênero: Ficção juvenil | Ano: 2012 | Páginas: 368 | Editora: Seguinte

A Seleção # Livro 1

Sinopse: "Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. 
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar."

Antes de resenhar esse livro, fui dar uma olhadinha nas resenhas de "A Seleção" que pipocam em MUITA quantidade por ai. Eu sei que é um livro "antigo", não é nenhum lançamento e talvez, por isso, tenha 750 resenhas no Skoob, mas parece que quase nenhuma das resenhas aborda o que eu queria abordar, ou que nenhuma das pessoas que leu o livro deu verdadeira importância para o que não é realeza ou sonho de princesa.

O mundo que Kiera nos apresenta em "A Seleção" é dividido em castas e governado por reis. existem regras taxativas como toque de recolher e que não se pode ter sexo antes do casamento. Kiera consegue criar um mundo distópico bem convincente durante toda a história, apesar dos pequenos furos aqui ou ali, que são totalmente irrelevantes.
"Aspen era um Seis. Eles trabalhavam como ajudantes e estavam apenas um degrau acima dos Sete, porque tinham uma educação melhor e aprendiam a trabalhar em ambientes fechados"
O que eu queria abordar é que, mesmo com toda a ideia sobre príncipes e princesas, realezas e afins, Kiera não nos deixa esquecer que o pais governado pelos pais de Maxon é pobre e sem futuro para muitas de suas castas que vivem a beira da miséria. A maioria das pessoas que leem se esquecem desse detalhe durante o livro e só consegue focar no conto de fadas, mas eu sempre ficava pensando nesse detalhe do livro que não deixa de ser bem realista. Enquanto alguns vivem com MUITO, tantos outros vivem com quase nada e ainda assim, conseguem existir, mesmo que a maioria finja que não. Parabéns por isso, Kiera.

Bom, existem oito castas no livro e são divididas assim:
  • Casta 1: A nobreza e o Clero.
  • Casta 2: Celebridades, modelos, atletas profissionais, políticos, atores e oficiais.
  • Casta 3: A elite, educadores, filósofos, inventores, escritores, cientistas, médicos, veterinários, dentistas, arquitetos, bibliotecários, engenheiros, psicólogos, cineastas, produtores musicais, advogados.
  • Casta 4: Fazendeiros, joalheiros, corretores de imóveis e de seguros, chefes de cozinha, mestres de obras, proprietários e donos de restaurantes, lojas e hotéis.Trabalhadores de indústrias.
  • Casta 5: Artistas, músicos, fotógrafos e dançarinos.
  • Casta 6: Secretários, serventes, governantas, costureiras, balconistas, cozinheiros, motoristas.
  • Casta 7: Jardineiros, pedreiros, lavradores, pessoas que limpam calhas e piscinas, e quase todos os trabalhadores braçais.
  • Casta 8: Pessoas com deficiência (especialmente quando desamparadas), viciados, fugitivos, sem-tetos e bastardos . 

America faz parte da casta cinco, ou seja, ela é uma musicista e cantora. Todos da sua familia são artistas ou músicos, o irmão mais velho teve a sorte de vender uma escultura a um preço bom e deixou a família, sua outra irmã se casou e está gravida, portanto, com 17 anos, America é a mais velha dos irmãos. Já Aspen, por quem America é apaixonada, pertence à casta seis.
"Com o passar dos dias, ficou óbvio que minha família sabia que alguma coisa estava errada. Deviam achar que eu estava ansiosa por causa da Seleção. Mil vezes quis chorar, mas me segurei. Arrastei-me até sexta-feira, na expectativa de que tudo voltasse ao normal depois do Jornal Oficial divulgar os nomes."
Me identifiquei com America e com suas ideias e opiniões. Ela ama Aspen e ponto final, não vai participar de seleção alguma, nem para ajudar a família e ela estava bem decidida a isso até que Aspen a convenceu do contrário. A partir daí, America começa sua aventura no palácio de Illéa enquanto participa, junto de mais 34 garotas, da seleção que irá escolher a próxima garota a se casar com o príncipe Maxon.

Confesso que estava relutante para ler "A Seleção" por achar mais do mesmo. Garota pobre, triste, coitadinha e um príncipe lindo, forte, maravilhoso que se apaixonam, se casam e felizes para sempre. Mas, "A Seleção" me pegou nas primeira páginas com a narração maravilhosa de Kiera. O inicio do livro é rápido, leve e você devora as páginas sobre America e sua família, mas acho que o livro deveria ter 100 páginas a menos. Mais ou menos lá pela página 120 o livro NÃO anda. Você lê, lê, lê e nada acontece, são só detalhes sobre vestidos, fitas, babados, drapeados e mais cores de vestidos e cabelos, comidas, jantares, dúvidas sobre o príncipe e mais nada. Kiera deveria ter cortado essa parte do livro fora que ainda assim seria um ótimo livro.

Enfim, America é uma anti-príncipe. Ela o odeia antes mesmo de conhecê-lo, mas quando o conhece, passa a achá-lo uma pessoa agradável, mas por quem ela não conseguiria ter nenhum sentimento e eles passam a ser "melhores" amigos. A partir dai a gente já entende as coisas, não é mesmo? Só que, quando tudo parece que vai muito bem, obrigada, Aspen aparece para bagunçar ainda mais o coração e a cabeça de America.
"As refeições com a família real e os momentos no Salão das Mulheres já eram constantes na minha rotina, mas os momentos entre uma atividade e outra pareciam sempre novos."
Agora, só me resta ler "A Elite" já que, obviamente, America ficou entre as seis escolhidas para ser a mais nova princesa de Illéa e ela e Maxon passaram a ter algo a mais. Afinal eu quero saber, também, se Kiera superou a descrição de detalhes sobre vestidos e babados e os deixou para atrás.

Comente com: ou

23 comentários:

  1. Olha eu sinceramente tenho que confessar que gostei bastante de sua escrita.
    Achei que você abordou muito bem a resenha do livro. Foi bastante objetivo. Meus parabéns.
    Outra coisa, eu ainda não li esses livros de distopia, até agora só li THE 100, mas espero gostar bastante de A SELEÇÃO, porque gosto de livros de romances e fofos como esse. Espero gostar, mas vamos ver né? Mas adorei o seu ponto de vista. Continue escrevendo assim porque vc só tem a ganhar. Realmente gostei mesmo da maneira que você opina =]

    E olha já estou te seguindo tá?
    Passarei sempre por aqui
    beijinhos

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois passa lá no meu cantinho que tem POSTAGEM NOVA o/
      E quando atualizar aqui me chama tá?

      lovereadmybooks.blogspot.com.br

      Excluir
    2. Oi Silvana!!
      MUITO obrigada pelo elogio, me sinto com ainda mais vontade de continuar quando leio que vocês gostam do jeito que eu escrevo!
      Eu acho que você vai gostar bastante de "A Seleção" é bobo, mas é gostosinho de ler!
      Já te sigo lá!
      Beijos!

      http://lumartinho.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Oi, sempre tive vontade de ler esse livro, ma por algum motivo ainda não tive a oportinidade.

    Seguindo seu blog.
    http://enfoqueliterarioo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu já vi várias resenhas sobre esse livro e realmente, todas focam no conto de fadas. Chega a ser injusto com a autora que tenta mostrar tantas nuances durante o enredo e pouco percebem. Parabéns por ter nos mostrado essa face, acho importante, pois busco observar os vários aspectos de um livro que são abordados. E confesso: não tive a menor de vontade de ler esse livro até agora. Parabéns! Bjs
    www.territorio6.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gleyse!
      pois é, a autora perde um tempão criando castas e um mundo diferente e o povo só sabe falar sobre príncipes e princesas!
      Ah que pena, mas é assim mesmo, tem livro que não chama a nossa atenção!
      Beijos!

      Excluir
  4. Olá, tenho uma amiga que é apaixonada por esses livros! MUITO APAIXONADA rsrs

    Eu tenho vontade de ler eles, mas não por enquanto!
    Sua escrita é bem clara, parabéns por isso!!

    Beijos!
    -jeehsts.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jé!
      Obrigada pelo elogio, fico tão feliz <3

      Beijos!

      Excluir
  5. Lu, gostei muito da sua resenha.
    Concordo com você sobre a parte que o livro não anda.
    Fiquei com raiva da América, mas mesmo assim quero terminar a trilogia.
    É uma leitura meio amor e ódio.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi deborah!!
      Eu também fiquei com raiva da America várias vezes! ela é uma indecisa huahuahua
      Mas, muito obrigado pelo elogio <3
      Beijos!

      Excluir
  6. Oi Lu, eu estou com a trilogia aqui em casa para ler, não comecei ainda nem sei porque! Só ouço comentários positivos sobre essa série, e tenho certeza que irei amar também!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ketrin!
      Leia e leia logo porque são seis livros e daqui a pouco a gente fica MEGA atrasada ahuhuahau
      Você vai adorar <3
      Beijos!

      Excluir
  7. Oi Lu!
    Amei sua resenha, pois ela traz um ponto de vista diferente do da maioria das pessoas.
    Eu tenho vontade de ler "A Seleção" mas é mais por curiosidade mesmo, porque a história não me atrai muito.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gustavo!
      Leia, mas se você não gostar, tudo bem, porque não é nenhuma história que nos prende do começo ao fim!
      beijos!

      Excluir
  8. Oie, Lu!
    Sua resenha foi bem completa e detalhada. Amei o fato de você ter se preocupado, por exemplo, em explicar as castas. É a primeira resenha de A Seleção que vejo que tem essa sacada. E só uma correçãozinha: o nome do príncipe é Maxon, não Maxton. Mas eu pensei por muito tempo em Maxton também, acredita?
    Enfim, A Elite é um bom livro, mas A Escolha... decepcionei, olha. Espero que você goste.
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Celly!
      Meo DEOS, se você não me avisa, ia ficar assim pra sempre, porque a minha mente lê Maxton!
      Eu sei que vou acabar me decepcionando a qualquer momento com a série e espero que não seja logo!
      Beijos!!

      Excluir
  9. Oi Lu,
    Realmente, sua resenha é a primeira que aborda uma visão diferente da estória! Está de parabéns, bela escrita e descrição, amei
    Eu ainda não li A Seleção, por ser meio contra modinhas acabei me fechando pra série, mas acontece que as meninas do blog falam tão bem do livro que estou sendo vencida pela curiosidade!!
    e agora com a sua resenha pirei de vez, estou vendo que serei obrigada a incluir essa destopia na minha lista pra dois mil e alguma coisa porque o 15 ta dificil kkkkkkkkkkkkkkkk

    Beijokas

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kelly!
      Que bom que gostou! Então, eu esperei passar MUITO da modinha pra começar a ler, porque tenho preconceito com livros modinha auhhuahuahu
      Pode incluir em 2017, vai ser legal do mesmo jeito!
      Beijos!

      Excluir
  10. Amei a resenha Lu, muito bem escrita.
    Adorei a parte sobre as castas, eu li somente o conto A Rainha, e essa parte das castas eu tinha dúvidas!

    Quero muito ler essa série, mais estou igual minha sócia, dois mil e alguma coisa eu leio! kkkkkkkkkkkkkkk

    Beijos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tati!!
      Leia, acho que você vai gostar sim!! Mas, pode ler no ano que vem ahuhuahua Não vai perder nada de importante!
      Beijos!

      Excluir
  11. Acredita que eu ainda não li essa trilogia?
    Até sei tudo o que acontece por que trabalhando em uma livraria (com as clientes que não tem jeito e contam um monte de coisas) não tem como fugir dos spoilers quando um livro que vira sucesso - só se você lê já no dia do lançamento....rs
    Agora, com você dizendo que tem partes que mereciam ter sido cortadas e sabendo o que acontece no final... Acho que não lerei tão cedo....rs

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lica!
      Eu sou a rainha dos atrasos, só fico sabendo dos grandes sucessos mil anos depois! AI, que tortura trabalhar numa livraria, eu gastaria todo o meu salário antes do final do mês!! Mas, não precisa ter pressa, não é um best-seller maravilhoso!
      Beijos!!

      Excluir

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo