28 de julho de 2015

Apenas Um Dia - Gayle Forman





Autor(a): Gayle Forman  | Gênero: YA | Ano: 2014 | Páginas: 384 | Editora: Novo Conceito

Sinopse: A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida.
Apenas um Dia fala de amor, mágoa, viagem, identidade e sobre os acidentes provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro... Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.

Allyson é uma garota exemplar, estudiosa, aplicada, tímida e mimada que, após terminar o Ensino Médio (Colegial para os veios de plantão como eu), ganha dos pais uma viagem pela Europa e tem como companheira, sua melhor amiga Melanie. Durante essa viagem, Allyson conhece Willen, um espírito livre e muito bonito que muda a vida dela quando lhe propõe realizar o maior sonho da garota: Conhecer Paris.

Nesse livro, os protagonistas vivem uma grande aventura em Paris, deixando que os acasos da vida os levem por algumas aventuras até que o momento de paixão entre eles é interrompido bruscamente e, mesmo sem querer, Alysson precisa encarar a dor que sente e continuar sua vida, indo atrás de seus sonhos.

"Ah, se eu tivesse estudado francês na escola secundária. Eu quis, no começo do nono ano, mas meus pais me imploraram para fazer mandarim."

Demorei muito para terminar o livro, talvez porque a atitude irresponsável-rebelde-louca de Allyson de sair por ai se aventurando por Paris com um cara que mal conhece fosse algo meio fora do contexto para uma pessoa que nunca saiu da linha e eu jamais teria feito uma coisa dessas (aquela que não confia em ninguém), mas Allyson fez e a gente precisa aceitar isso.

Amo tudo o que a Gayle escreve, bom, amava até chegar em "Apenas Um Dia". O livro é gostoso, a escrita maravilhosa, mas Allyson não me cativou em nada, não consegui sentir empatia com ela, achei que, às vezes, ela tinha atitudes um tanto infantis e isso só irra aumentando a minha carga de irritação pra cima de Allyson.

"A esta altura, mais de três semanas se passaram desde que enviei minha carta. Também estou perdendo as esperanças nesse front. As chances de encontrá-lo, que nunca foram grandes, diminuem."
"Apenas Um Dia" é um livro sobre a fuga da realidade, sobre uma protagonista que não aceita sua vida como é, como se tudo o que ela tivesse vivido até então fosse um erro e Willem é a salvação, o grande exemplo de como ela deveria ser, agir e viver. Em algumas partes a narrativa é bastante cansativa e longa, esperava um livro mais fluído e objetivo como os que eu já havia lido de Gayle antes, até porque o começo do livro me prendeu.

Não fiquei totalmente satisfeita com o livro ou com seu final, mas guardo algumas expectativas sobre "Apenas Um Ano" que é narrado por Willen. Agora é a vez dele nos contar seu lado da história e nos ajudar a entender o que realmente aconteceu.




Comente com: ou

0 comentários:

Postar um comentário

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo