21 de janeiro de 2016

Dez Coisas Que Aprendi Sobre o Amor - Sarah Butler


Autor(a): Sarah Butler | Gênero: Drama | Ano: 2015 | Páginas: 256 | Editora: Novo Conceito | Skoob

Sinopse: Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?


O livro conta a história de Daniel, um homem que nunca conheceu a filha, mas sabe muito bem quem ela é e onde pode estar, mas a coragem de se apresentar ou de ir até ela lhe falta. Daniel caminha pelas ruas contando para a sua filha, em forma de carta, um pouco da sua vida e lista dez coisas que gostava, que aprendeu, que o deixam triste ou que lhe deixam feliz. Já Alice, uma jovem de 30 anos, está de volta a Londres porque seu pai está morrendo. A cidade trás muitas recordações à ela, algumas das quais ela não gostaria de se lembrar.
"Cada letra tem uma cor. Não sei se é a mesma coisa para você. Não tenho certeza se você entenderá, mas não penso muito nisso."
Daniel e Alice são os dois protagonistas que dividem os capítulos dessa trama e não tem nada em comum além da mania de fazer listas com dez coisas. Será mesmo?

No início o livro parece um pouco confuso com todas aquelas listas de dez coisas sobre alguma coisa, mas você vai pegando o ritmo aos poucos e a leitura flui de uma maneira desesperada, quase como se você precisasse daquele livro para viver, como se precisasse da história para continuar a sua.

Daniel fala conosco através de cartas que provavelmente ele enviaria a sua filha, uma filha que nunca conheceu, mas sabe que existe, sabe o nome e onde ela vive e confesso que eu gostei muito mais dos capítulos narrados por ele, das dificuldades que ele passou até encontrar a sua filha do que os capítulos que Alice narra sua vida e dúvidas.


Confesso que esperava que, ao final, tudo desse certo, mas como é a vida, acho que as coisas não era pra dar tão certos e as verdades não eram para serem contadas como a gente espera que sejam. O livro termina como deveria terminar e você sabe que, mesmo a história tendo um fim ali naquela página, os personagens teriam muito mais história para viver além daquele capítulo.

Dez Coisas Que Aprendi Sobre o Amor” é um livro que fala sobre luto, sobre decisões e suas consequências e sobre o amor em diversas formas e como cada um lida com ele.




*Livro cedido em parceria com a Editora.




Comente com: ou

0 comentários:

Postar um comentário

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo