5 de março de 2016

Pseudônimo Mr. Queen - Loraine Pivatto












Autor(a): Loraine Pivatto | Gênero: Fantasia/Ficção | Ano: 2015 | Páginas: 404 | Editora: -- | Skoob


Sinopse: O ano é 2012,
Dia 21 de dezembro,
E a temida profecia maia acaba de se cumprir.
Cidades devastadas,
Ruas vazias,
A população mundial bruscamente reduzida,
E a história dos sobreviventes começa a ser contada.
Os escolhidos iniciam um novo mundo, baseado nas novas regras passadas através dos sonhos.
Agora serão 2 vidas:
A primeira até os 70 anos,
A segunda, a partir dos 20 e até os 100.
150 anos no total.
Nenhum segundo a mais.
A nova sociedade começa a surgir:
Sem desigualdade,
Sem dinheiro,
Sem doenças,
Sem possibilidade de mortes prematuras,
Exceto por uma maneira.
Uma única maneira de morrer, mas que não pode ser revelada.
Um segredo que precisa ser guardado.
Para salvar a sociedade de si mesma.


Fui convidada a participar do Book Tour do livro "Pseudônimo Mr. Queen" pela própria autora que entrou em contato comigo pelo Skoob e foi um Book Tour bem tranquilo se eu for comparar com a minha primeira experiência de Book Tour que tive no ano passado. O prazo de leitura era de um mês e eu acabei lendo o livro nos dois últimos dias. Acabei atrasando muitas leituras por conta da mudança e ler "Pseudônimo Mr. Queen" todo de uma vez acho que fez toda a diferença.

O livro conta a história de Regina, uma das sobreviventes após o final do mundo como o conhecemos agora e o inicio de um novo mundo pós-apocalíptico perfeito onde ninguém é melhor do que ninguém, não existe dinheiro e não há maneira de morrer, exceto uma. Conforme a história avança, vamos conhecendo melhor Regina, Larissa e Vitória Brandão, três mulheres da mesma família, mas de gerações diferentes.

No começo eu fiquei um pouco confusa com toda a transição de vida dos personagens do fim do mundo para o novo mundo onde viveriam duas vidas: uma até os 70 anos e a segunda vida dos 20 aos 150 anos, isso tudo com a experiência e lembranças da primeira vida e isso era muito louco de acompanhar, no bom sentido, claro.


A escrita da autora me deixou confusa em algumas partes, principalmente por suas descrições um pouco grandes, que deixavam a narrativa levemente arrastada, mas eu perseverei já que o grande mistério não seria revelado tão rapidamente. No mundo perfeito criado no livro de Loraine, não havia diferenças entre as pessoas, além do TUV que nada mais é do que uma classificação social. Não há dinheiro e só existe UMA forma de morrer e passamos o livro todo atrás de saber que forma de morrer é essa, como é possível morrer em uma sociedade tão perfeita?

As melhores partes, para mim, eram as explicações das regras ou do novo mundo criado por Loraine. Toda a explicação sobre o TUV, as idades, as classes e as vidas das pessoas eram muito interessantes e o que me deixou ligada na história foi a maneira como a autora discorreu sobre assuntos tão humanos e, mesmo com um mundo todo novo e cheio de regras, Loraine não criou furos ou deixou de nos explicar algo.



Uma distopia focada no ser humano, com pouca ação, mas muito a se pensar, fazendo-nos levantar questões sobre a sociedade em que vivemos e em nós como contribuintes dela. Sem contar Mr. Queen que deu à história aquele toque final.

O livro é uma publicação independente da autora, tem folhas brancas e veio um pouquinho machucado para mim, de tantos leitores que puderam ter o prazer de ler e ter essa obra nas mãos, mas nada que atrapalhasse a leitura.


*Livro cedido em parceria com o(a) Autor(a).




Comente com: ou

0 comentários:

Postar um comentário

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo