1 de abril de 2016

O Que Há De Estranho Em Mim - Gayle Forman












Autor(a): Gayle Forman | Gênero: Ficção | Ano: 2016 | Páginas: 224 | Editora: Arqueiro | Skoob 


Sinopse: Ao internar a filha numa clínica, o pai de Brit acredita que está ajudando a menina, mas a verdade é que o lugar só lhe faz mal. Aos 16 anos, ela se vê diante de um duvidoso método de terapia, que inclui xingar as outras jovens e dedurar as infrações alheias para ganhar a liberdade. 
Sem saber em quem confiar e determinada a não cooperar com os conselheiros, Brit se isola. Mas não fica sozinha por muito tempo. Logo outras garotas se unem a ela na resistência àquele modo de vida hostil. V, Bebe, Martha e Cassie se tornam seu oásis em meio ao deserto de opressão. 
Juntas, as cinco amigas vão em busca de uma forma de desafiar o sistema, mostrar ao mundo que não têm nada de desajustadas e dar fim ao suplício de viver numa instituição que as enlouquece.

"O Que Há De Estranho Em Mim" é o primeiro romance escrito por Gayle Formam e conta a história de Brit, uma adolescente de dezesseis anos que, como tal, tem seus conflitos com seus pais, seus momentos de rebeldia e seu temperamento oscila a cada dia, mas para seu pai e sua madrasta, ela precisa de um tratamento diferenciado para melhorar seu comportamento. Ao ser enganada pelo pai achando que vai fazer uma pequena viagem, Brit é internada em uma clinica chamada Red Rock que promete ajudar adolescentes, mas o lugar conta com tratamentos nada convencionais. Agora, isolada dentro de si, Brit só deseja sair logo de Red Rock, mas ela mal espera que um lugar tão horrível como aquele possa lhe dar quatro melhores amigas.

Não sei se no caso da Brit eu perdoaria tudo o que o pai dela fez. Encarar rebeldia adolescente como ele encarou e enviar a filha de 16 anos para uma clinica é um pouco demais e olha que eu fui uma filha MUITO rebelde, perguntaê pra minha mãe.


Quando li o título original do livro que é "Sisters in Sanity" (Irmãs na Sanidade), achei que se tratava de irmãs internadas por algum motivo, já que não tinha lido a sinopse, mas não existiam irmãs de sangue naquela clínica e é sobre isso que o livro trata. Sobre amizade e em como algumas garotas que se encontram encurraladas no mesmo lugar na vida podem se tornar tão amigas a ponto de serem irmãs.


Li 150 páginas de "O Que Há De Estranho Em Mim" em uma noite, a escrita da Gayle realmente me prende, principalmente com os personagens que ela é capaz de criar. Todos são tão humanos, tão verdadeiros que você acaba se enxergando um pouquinho em cada um deles. A única coisa ruim, foi eu ter que largar a leitura por motivos pessoais e só retomar uma semana depois, isso fez com que eu me desligasse dos personagens e de suas histórias e o final não se fez tão surpreendente quanto eu esperava.

No final do livro, temos uma nota comovente da Galye nos falando sobre o que a inspirou a escrever "O Que Há De Estranho Em Mim". Trabalhando na revista Seventeen, Gayle conversou com muitos adolescentes que passaram por clinicas semelhantes ao Red Rock e outros tantos pais que acreditavam cegamente que, ao ludibriar os filhos e interná-los contra a vontade, estavam ajudando de verdade. Vale a pena ler essa nota ao terminar o livro, ela completa toda a história.


"O Que Há De Estranho Em Mim" aborda assuntos importantes como o bullying, os comportamentos adolescentes e os distúrbios alimentares, mas também tem assuntos secundários que são ainda mais importantes, como as relações familiares, o amor e a amizade que é um ponto tão importante para as meninas dentro do Red Rock.

É um livro que vai te revoltar, vai te fazer se colocar no lugar de Brit e vai te fazer duvidar de absolutamente tudo o que está em volta das garotas, até mesmo suas aliadas.

*Livro cedido em parceria com a Editora.



A Autora:
Gayle Forman começou sua carreira escrevendo para a revista Seventeen em que a maioria de seus artigos, centrada nos jovens e preocupações sociais. Mais tarde ela se tornou uma jornalista freelance para publicações como a revista Details, Jane Magazine, Glamour Magazine, The Nation, Elle Magazine e Cosmopolitan Magazine.
Em 2002, ela e seu marido Nick fizeram uma viagem ao redor do mundo. De suas viagens, ela acumulou uma riqueza de experiências e de informações que mais tarde serviu como base para seu primeiro livro, um diário de viagem que você não pode começar lá a partir daqui: um ano na margem de uma Shrinking World. Em 2007 ela publicou seu primeiro romance para jovens adultos, intitulado de Sisters In Sanity onde ela se baseia em um artigo que tinha escrito para a revista Seventeen. Seu mais recente romance If I Stay (Se eu ficar), fez Forman levar vários prêmios, entre eles o Indie Choice Award de 2010.

_ _ _ _ _

Hoje, o blog está inaugurando uma nova maneira de apresentar as resenhas e as notas dos livros. Agora, junto com as informações do livro, temos os links para comprar ou baixar um trecho e, no fim do post, as informações do autor. Além disso, as estrelinhas que davam nota para o livro sumiram e deram lugar as Barras de Progresso, assim vocês entenderão melhor as notas que dou para os livros. O que acharam?
Comente com: ou

0 comentários:

Postar um comentário

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo