18 de abril de 2016

O Vilarejo - Raphael Montes


Autor(a): Raphael Montes | Gênero: Terror | Ano: 2015 | Páginas: 96 | Editora: Suma De Letras | Skoob


Sinopse: Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.
As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.


O livro começa com o próprio autor nos contando como os escritos de Elfrida Pimminstoffer foram parar em suas mãos. Era uma narrativa dividida em sete capítulos respeitante a sete demônios que invocam um pecado capital: Asmodeus (luxúria), Belzebu (gula), Mammon (ganância), Belphegor (preguiça), Satan (ira), Leviathan (inveja) e Lúcifer (soberba). A partir daí mergulhamos em contos ricos com ilustrações que são um show a parte.

Li "O Vilarejo" em Novembro do ano passado e não sei porque levei tanto tempo para fazer a resenha. Talvez, porque o livro tenha mexido comigo, tenha me deixado naquela dúvida de ser tudo realidade ou mesmo só uma escrita incrível de Raphael.


É um livro curto e super rápido de ler, mas com personagens marcantes e, realmente, as histórias podem ser lidas em qualquer ordem, mas eu li da primeira até a ultima na ordem em que aparecem no livro e fiquei realmente fascinada com o desfecho do livro.
"Em meio a dicionários, atlas históricos e sites variados, percebi que não se tratava de russo, tampouco polonês ou ucraniano. Os cadernos haviam sido escritos em cimério, uma língua morta pertencente ao ramo botno-úgrico."
"O Vilarejo" só ganhou quatro estrelas porque, em alguma partes, Raphael conseguiu mesmo me deixar com uma pulga atrás da orelha imaginando se aquilo era mesmo verdade ou só ficção da cabeça de um autor incrível. Raphael termina o livro com maestria em um final realmente assustador.


_ _ _ _


O Autor:

Raphael Montes nasceu em 1990, no Rio de Janeiro. Advogado e escritor, publicou contos em diversas antologias de mistério, inclusive na Playboy e na prestigiada revista americana Ellery Queen Mystery Magazine. Suicidas (Saraiva), romance de estreia do autor, foi finalista do prêmio Benvirá de Literatura 2010, do prêmio Machado de Assis 2012 da Biblioteca Nacional e do prêmio São Paulo de Literatura 2013.

Outras Obras


Comente com: ou

0 comentários:

Postar um comentário

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo