10 de maio de 2016

A Sereia - Kiera Cass



Autor(a): Kiera Cass | Gênero: Fantasia | Ano: 2016 | Páginas: 328 | Editora: Seguinte | Skoob
Comprar | Ler um Trecho do Livro

Sinopse: Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.

"A Sereia" conta a história de Kahlen, uma garota que quase se afogou em um naufrágio quando tinha 19 anos, mas Água a salvou e por cem anos ela precisa cantar e atrair pessoas para que se afoguem no mar. Kahlen é a preferida da Água, mas as coisas começam a mudar quando ela conhece Akinli, um garoto fofo e gentil por quem se apaixona.
"Tínhamos que cantar e tínhamos que guardar nosso segredo. Era uma lista de mandamentos bem curta."

 
É muito mais simples fazer resenha de um livro que não foi tão bom quanto você esperava do que um livro que você realmente gostou. Nesse caso, "A Sereia" se enquadra no primeiro quesito, um livro que eu tinha grandes expectativas e não consegui ser surpreendida em nenhum aspecto. Daí vocês vão vir correndo comentar que o bom é não ter expectativas, eu sei disso, mas com todo o AUÊ que criam em torno do novo livro da Kiera e da história sobre sereias, era de se esperar ago incrível.

Bom, Kiera não nos traz uma nova história sobre sereias, ela não inova em nada além de nos mostrar uma Água que tem sentimentos e fala com suas sereias. O livro não me pegou em momento nenhum. Ao contrário de "A Seleção" que, apesar de bobinho, me prendeu até o ultimo livro lançado, "A Sereia" não conseguiu fazer o mesmo. Não sei se foram os personagens monótonos ou enredo raso, mas as páginas passavam e eu não via como a história poderia ter uma reviravolta que me prendesse de vez.
Achei que o final do livro criado por Kiera é muito simples para tudo o que a história propõe, como a proibição de se apaixonar por um humano. Eu esperava que essa regra fosse soberana a todas as outras e que Kahlen teria que se desdobrar para viver seu amor com Akinli, mas as coisas não acontecem bem assim e eu fui me decepcionando aos poucos, até não sobrar quase nada.
"Quis ocultar Akinli com outros pensamentos, preocupada de acabar revelando alguma coisa errada."
Com personagens fracos, uma protagonista beirando a depressão profunda e um romance clichê, A Sereia peca por não aprofundar temas que nos deixa curiosos como o misticismo em volta das sereias e como suas vidas podem ser incríveis vivendo por cem anos na forma que tinham quando morreram.

 _ _ _ _


Quando terminou o ensino médio, sua ambição era o teatro, e foi para Coastal Carolina University, se formando em Teatro Musical. Depois foi para Radford University e mudou para Música. Então Comunicação. Em seguida, História. Acabou estabelecendo-se em História, mas mudou-se para Blacksburg, casou teve filhos. Depois disso, tornou-se dona de casa para ficar em casa com os filhos.
Em 2007, abalada por uma tragédia local, tentou um monte de coisas para se recompor, resultando em se sentar para escrever uma história onde o seu personagem teve que lidar com seus problemas. Escrever lhe ajudou a lidar com todas as coisas que estava sentindo. Acabou por não terminar essa história, porque começou a escrever The Siren. Depois de adquirido o hábito de escrever, teve muitas idéias, incluindo The Selection e um punhado de outras que estão esperando sua vez. Atualmente vive em Blacksburg, VA, com seu marido e filhos.  

Outras Obras: 

A Seleção | A Elite | A Escolha
Comente com: ou

0 comentários:

Postar um comentário

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo