27 de março de 2017

Duff - Kody Keplinger






Título Original: DUFF | Autor(a): Kody Keplinger | Gênero: YA | Ano: 2016 | Páginas: 328 | Editora: Globo Alt | Skoob
Comprar | Ler um Trecho do Livro

Sinopse: Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush - o cara bonito, rico e popular da escola - que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.

Em "Duff", vamos conhecer Bianca, uma garota tímida e sarcástica que não suporta baladas e não tem uma vida emocionante. Sua mãe viaja o mundo dando palestras motivacionais e seu pai está sempre se esforçando no trabalho. A vida de Bianca começa a mudar quando ela descobre ser uma DUFF - Designated (designada/denominada), Ugly (feia), Fat (gorda) e Friend (amiga), ou seja, aquela amiga denominada a mais feia e gordinha do grupo. Essas palavras não saem mais da cabeça de Bianca e para piorar, ela está passando por alguns maus momentos em sua vida pessoal com a separação dos pais e o beijo que deu em Wesley, o garoto mais chato, irritante, babaca, galinha e riquinho que provoca ataques de ódio em Bianca.

Depois de todo o sucesso e divulgações espalhadas pela blogosfera, achei que era a minha vez de conferir o que era tão especial assim nesse livro e, me desculpe os amantes desse livro, mas para adiantar toda a história, "Duff" não é nada mais do que o famoso 'mais do mesmo'.
"Às vezes, a ignorância é uma bênção."
Li o livro em Janeiro e não me lembro de muitas partes dele, apenas de que não simpatizei em nada com Bianca. OK que todas nós somos um pouquinho Duff, porque sempre existirá aquela amiga mais bonita e mais charmosa que você, mas Bianca é um personagem bem irritante e chatinho que se enrola sozinha nos próprios problemas, tornando-os ainda mais difíceis do que já aparentavam ser.

Um dos poucos pontos positivos em "Duff" é o fato de tratar do Bullying quase o tempo todo e de várias formas. A autora soube colocar o tema em diversas partes do livro sem deixar que o assunto ficasse chato ou repetitivo. Kody também trata, com delicadeza, assuntos sérios como violência, alcoolismo, machismo e a diminuição da mulher e de seu corpo por não ser um ideal de beleza.

A escrita de Kody é bem gostosa, fácil de acompanhar e eu amo livros jovem adulto, mas "Duff" foi aquela exceção dentro da exceção, dentro da exceção. A sinopse já nos conta a maior parte da história e você só abre o livro para ter um pouco mais de detalhes do que já sabe desde o começo. 
"Para uma garota com uma bunda tão grande, eu me sentia completamente invisível."
Não espere reviravoltas chocantes ou atrativas durante a leitura de "Duff", não é nesse livro que você as encontrará. No fim, tenho a impressão de que a maioria das resenhas está tentando agradar mais a editora do que realmente falar do livro ou sua história, por vezes, entediante.


_ _ _ _ 

Kody Keplinger nasceu e cresceu no ocidente campestre de Kentucky, onde ela fez o ensino médio e começou a escrever seus primeiros e enormes fragmentos de ficção. Kody escreveu THE DUFF durante o seu último ano na McLean County High School.
Kody agora vive na cidade de Nova York City com o seu pastor alemão, Corey, onde continua a escrever livros YA. SHUT OUT, seu segundo romance, foi publicado em Setembro de 2011 e o terceiro, A MIDSUMMER'S NIGHTMARE, em 2012.
Ela ama livros, tênis Converse, a cidade de Nova York, e séries adolescentes populares. Quando não está escrevendo, Kody provavelmente está explorando a cidade, comendo comida tailandesa ou criando um novo plano para se tornar a melhor amiga da Tina Fey.

Outras Obras: 
Comente com: ou

0 comentários:

Postar um comentário

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo